Archives for Blog

COMO ESCOLHER O RODAPÉ

O rodapé serve para dar acabamento à junção entre piso e parede e previne possíveis danos causados pelas tarefas do cotidiano, como o impacto de vassouras ou aspiradores de pó. Os mais comuns são os produzidos com pisos e porcelanatos, mas existem ainda acabamentos em madeira e tinta.

Abaixo dicas para facilitar a escolha:

Altura do Rodapé

A altura do rodapé deve ser proporcional ao da parede, ou seja, quanto maior o pé direito maior pode ser o rodapé. Porém hoje em dia não é comum vermos ambientes com mais de 15 cm ou 20 cm de rodapé. Para paredes com pé direito baixo com até 240 cm, o recomendado é utilizar o rodapé com cerca de 10 cm.

Projeto produzido pela nossa Designer de Interiores Sara Aires.

Rodapé acompanhando o piso

Este tipo de acabamento deixa o ambiente mais harmonioso, além de dar a sensação de maior amplitude. Neste caso, o material utilizado é o mesmo do piso, sendo cerâmicas ou porcelanatos. É importante lembrar: que estes materiais tem maior durabilidade e garantem melhor custo-benefício.

Aqui podemos reproduzir detalhes como frisos e abaulamento nas arestas aparentes.

Rodapé acompanhando a parede

Os rodapés são pintados da mesma cor da parede, por isso devem ser de material que aceitam pintura, como PVC, madeira, MDF, polietileno entre outros. Este modelo dá a sensação de que o pé direito é mais alto já que não há corte visuais na parede.

Rodapé em destaque

Você pode optar por usar o rodapé como destaque na decoração. Solte a imaginação e utilize diferentes materiais, texturas e cores para compor o ambiente, respeitando as escolhas dos materiais principais como tinta e piso utilizados.

Rodapé embutido

São aplicados por uma pequena cava na parede com cerca de 1 cm, dependendo da espessura do rodapé. Os embutidos facilitam a limpeza, pois não acumulam sujeira e ficam com acabamento refinado, uma vez que não há diferença de espessura entre parede e rodapé.

 

 

Leias Mais

ILUMINAÇÃO EM BANHEIROS E LAVABOS

Existem uma infinidade de opções de iluminação de banheiros/ lavabos e diferentes modelos que podem compor a decoração do ambiente. Ao iniciar o projeto de iluminação do seu banheiro ou lavabo, assim como de outras áreas da casa, deve-se considerar a utilização do ambiente em diferentes horários do dia e respeitar a personalidade e estilo do ambiente. Não existem regras que determinam a iluminação ideal, mas é preciso escolher o tipo adequado de lâmpada e luminária mais funcional e adequado ao ambiente.

Projeto de lavabo produzido pela nossa Designer de Interiores Sara Aires.

Separamos aqui uma dica de como utilizar os pendentes neste ambiente. Confira!

Os pendentes funcionam de forma interessante no complemento da iluminação dando ao ambiente mais que um ponto de iluminação. Devem seguir as dimensões do banheiro e respeitar as medidas das bancadas, dessa forma a luz se adequará de forma proporcional e não sobrecarregará a iluminação do local. É preciso ficar atento e planejar de forma eficaz a iluminação desses ambientes para que as atividades diárias, como fazer a barba ou a maquiagem, não sejam prejudicadas.

Nas bancadas, o ideal é utilizar dois pontos de luz um de cada lado, lateralmente evitando projetar a luz por cima, já que isso cria sombras no rosto que atrapalham a utilização do espelho. É importante também, utilizar arandelas difusas com dimensões grandes, com lâmpadas de baixa intensidade.

Caso o objeto seja apenas decorativo e não influenciem diretamente na iluminação do ambiente, utilize pendentes com facho de luz fechado, com destaque sobre a bancada. Os lavabos podem ter uma iluminação mais baixa e por isso funcionam apenas com um pendente.

Leias Mais

DIFERENÇAS ENTRE PISOS E REVESTIMENTOS RETIFICADOS, BOLD E CERÂMICAS

É comum surgir algumas dúvidas na hora de escolher que tipos de revestimentos utilizar: retificado, bold ou cerâmicas.

 

Usado em todos os tipos de ambientes, os revestimento proporcionam mais praticidade no dia-a-dia, pois são de baixa manutenção e maior facilidade de limpeza. Saiba a diferença entre os diversos tipos de pisos e revestimentos:

Retificados

Os revestimentos retificados são cortados por discos de diamante, as peças possuem tamanho igual e acabamento das arestas em 90 graus. Isso significa que quando uma peça se aproxima da outra durante a instalação, o alinhamento é total com espaço entre elas de cerca de 1 mm (instalação em paredes) e 2 mm (instalação em pisos), deixando as juntas quase imperceptíveis, resultando um visual mais clean e moderno.

É importante lembrar que na hora de assentar o piso/revestimento as normas técnicas do produto devem ser respeitadas.

Bold

Este tipo de revestimento possui o acabamento tradicional com bordas arredondadas e tamanho das peças nem sempre exato. Recomenda-se a distância mínima entre as peças de 3 mm, por isso o rejunte fica mais aparente. O revestimento bold geralmente tem menor preço de compra e instalação.

Cerâmicas

São produzidas com barro vermelho, são um pouco menos resistentes, mas atende bem em determinadas situações. Para reduzir os custos de produção, o acabamento das cerâmicas são bold, ou seja, com as bordas arredondadas e devem ficar com espaçamento maior entre as peças.

 

Leias Mais
icon email mobile
icon mobile telefone