Melhor acabamento, proteção contra possíveis descolamentos ou até contra fungos e mofos são algumas vantagens de uma boa escolha dos rejuntes.

É possível obter tais resultados, mas para isso é preciso saber escolher o melhor para cada caso. Você sabe a diferença entre os diversos tipos de rejuntes?

Esteticamente, o rejunte é utilizado para preencher o espaço entre uma peça e outra. O cliente pode optar por uma cor mais parecida com o revestimento ou escolher uma cor contrastante para dar um efeito diferenciado.

Mas tecnicamente falando, há muito mais por trás desse produto relativamente “simples”. Existem três tipos: o rejunte cimentício, o acrílico e o epóxi. Todos servem para deixar a área mais homogênea e regular, além de ajudar na vedação. Mas qual usar?

O cimentício é composto de cimento + agregados minerais + pigmentos + polímeros. É o rejunte mais básico de todos, pode ser utilizado em áreas internas e o desempenho em áreas externas é ótimo, desde que não tenha tanto contato com água, a não ser que seja uma versão aditivada. Este tipo de rejunte é o mais indicado para juntas maiores com espaçamento de 3mm a 10mm entre as peças.

O acrílico é considerado um rejunte intermediário e atualmente é o mais utilizado. A matéria principal é a resina acrílica propriamente dita, acrescida de cimento, pigmentos, aditivos etc. A vantagem deste tipo é que já vem pronto para o uso, o que traz mais praticidade na obra. Pode ser usado em pisos e paredes em áreas internas e externas, devido ao seu fator de impermeabilização também podem ser aplicados em áreas molhadas como banheiro e cozinha.

Projeto criado pela nossa designer de interiores Sara Aires.

O epóxi é o mais resistente de todos, praticamente impermeável, e é produzido com base de resina. Tem alta eficiência química e mecânica. Porém, é o mais delicado. O espaçamento entre uma peça e outra deve ser até 5mm e deve ser limpo assim que aplicado para evitar manchas na superfície do piso ou parede. Em áreas com contato intenso com água é o mais indicado.

E aí gostaram? Algumas dicas são imprescindíveis para o bom andamento da sua obra. Por isso, consulte sempre o profissional responsável e se precisar de ajuda, nossos Designers estarão disponíveis.

Texto por Sara Aires.